Sintam-nas...

sexta-feira, junho 30, 2006

Rainer Rilke - Apaga-me os olhos...

Esta semana tocaram-me novas palavras...

Em resposta ao meu apelo, uma amiga enviou-me este poema lindíssimo. Muito obrigada, Carla. Sigam o exemplo e enviem-me as palavras que vos tocam.



Apaga-me os olhos, ainda posso ver-te.
Tranca-me os ouvidos, ainda posso ouvir-te,
e sem pés posso ainda ir para ti,
e sem boca posso ainda invocar-te.
Quebra-me os ossos, e posso apertar-te
com o coração como com a mão,
tapa-me o coração, e o cérebro baterá,
e se me deitares fogo ao cérebro,
hei-de continuar a trazer-te no sangue.



Rainer Marie Rilke, in Livro das Horas

3 comentários:

papoila disse...

Rilke é maravilhoso... em especial este poema!

Luna Tic disse...

Olá,

Dei de caras com este blog qdo estava a pesquisar sobre o autor no google ^^
este é um dos meus poemas preferidos dele =D

Saudações

Anónimo disse...

Recebi essa poesia de um ex namorado, na época eu tinha quase 18 anos...
Fiquei encantada com cada palavra, e após quase 25 anos, ainda tenho á no papel....