Sintam-nas...

domingo, outubro 29, 2006

As minhas palavras... 29 de Outubro de 2006



Ontem fui à Barraca. Para quem não conhece, a Barraca é um Teatro, em Lisboa, que actualmente está transformado em bar/café-concerto. Neste espaço são realizadas várias actividades culturais como noites de poesia, noites reservadas a contadores de histórias, noites de dança, etc.

Um outro serviço cultural da Barraca consiste na "Poesia para levar". Em cada noite, todas as mesas do bar têm um poema para os seus clientes.

Foi através do "Poesias para levar" que conheci o Poema de Desamor de Alexandre O'Neill. Foi este poema que impulsionou a escolha do tema de hoje: Nós como gatos na poesia: amor e desamor.

Nós como gatos nas palavras de...

- Martha Medeiros - Sou uma gata...
- Chico Buarque - Caçada
- Ricardo kelmer - Remanso
- Pedro Paixão - Excerto de "Assinar a Pele"
- Alexandre O'Neill - Poema do Desamor (Poema do "Poesia para levar")
- Isabel Meyreles - Tu já me arrumaste no armário dos restos

Espero que gostem.

Um abraço.

Susana.


Foto: Pushka in Black and White by Slight Clutter