Sintam-nas...

domingo, novembro 18, 2007

Maria Teresa Horta - Dizer da paixão mais do que o sangue



Dizer da paixão mais do que o sangue
mais do que fogo
trazido ao coração

Mais do que o golpe furtivo já ardendo
revolvendo na seda
a ponta de um arpão

Dizer da febre sem fé
do animal feroz
dos líquens abertos e dos lírios

Dizer desassossego
sem razão
da raiva silvando no delírio

Dizer do prazer o meu gemido
no quanto é ambígua esta prisão
a deixar-me livre no que sinto
e logo envenenada à tua mão




Maria Teresa Horta (Escritora portuguesa, 1937- )

Sem comentários: