Sintam-nas...

domingo, abril 29, 2007

As minhas palavras... 29 de Abril de 2007



Durante esta semana comemorou-se o 25 de Abril. Visto que o Palavras tem alguns leitores de outras paragens, julgo que será conveniente deixar uma pequena nota sobre o que representa o 25 de Abril para Portugal.

O 25 de Abril é a data em que ocorreu uma revolução em Portugal. No dia 25 de Abril de 1974, um movimento militar (Movimento das Forças Armadas) acabou com 50 anos de fascismo e fez com que Portugal entrasse na democracia. Foi uma revolução militar, mas foi uma revolução pacifíca. Foi uma revolução sem tiros. As balas foram a vontade de liberdade do povo que se juntou, em massa, aos militares revolucionários. É, normalmente, denominada de Revolução dos Cravos porque o povo entregou espontaneamente cravos vermelhos aos militares. O 25 de Abril representa para Portugal o fim da opressão, o fim de uma guerra colonial, que matava os seus jovens à 13 anos, o fim da censura, o fim das torturas, o fim da polícia política, o fim dos presos políticos, o fim da fome, o fim da ignorância e o início da LIBERDADE.

Hoje trago-vos 2 poesias que expressam tudo isto. Uma de José Carlos Ary dos Santos que descreve muito bem "As Portas que Abril abriu" e uma de Ermelinda Duarte que comemora a Liberdade - "Somos Livres".


P.S.: Como devem calcular, esta pequena nota histórica diz-vos muito pouco sobre o fascismo em Portugal e sobre a revolução. Quem estiver interessado em saber mais poderá saber algo mais através da Wikipédia (o resumo feito não está mau) ou através de qualquer pesquisa na net.


Sem comentários: