Sintam-nas...

terça-feira, janeiro 29, 2008

Alberto Pimenta - Obra Carnal



ajoelha com a cabeça pousada
de lado as pernas abertas os
lábios palpitando na orla da
fresta abrasadora deixando e
ntrever o claro fundo coralí
ceo com os joelhos roçando n
o queixo e abrindo lentamet
e os dedos dos pés enquanto
eu vou penetrando de várias
maneiras ociosamente até sen
tir a caudalosa corrente de
bens espraiando-se como a via
láctea nas negras e eternas
muralhas do universo visível




Alberto Pimenta (Escritor, poeta e ensaísta português, 1937- )