Sintam-nas...

sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Teresa Balté - Só a ti fiquei fiel



Só a ti fiquei fiel
tanto, até quando?
E todavia não és o meu centro talvez o meu canto:
uma das rugas do rosto quando o mostro
uma das linhas da palma quando a estendo
entre o doce e o amargo o travo
entre o que sou e o que devenho o traço
de união




Teresa Balté (Poetisa Portuguesa, 1942- )

2 comentários:

jorge@ntunes disse...

não me importo não, seria uma honra ver algo meu num lugar tão perfeito :)

jorge@ntunes disse...

só uma outra coisinha, meu nome é jorge, não joão lolol