Sintam-nas...

sexta-feira, setembro 26, 2008

Irene Cordeiro Pereira - Alforria



Foto: Nuno Belo



Não gosto de imposições
Nem de teorias
Nem de bajulações

Não gosto de prisões
Nem de gaiolas
Nem de grandes salões
Nem de grandes figurões

Não gosto de filosofias
Nem de certezas
Nem de realezas
Não tenho fobias

Gosto de rir com gosto
Do sol no rosto
da praia marinha quando
é Agosto

Da lua na rua
Do quente do lar
de te sentir meu par
quando a palavra é nua

Gosto dos meus botões
quando rimam com as minhas solidões

E gosto do meu quintal
coisa só minha
feudo meu ser
onde sou rainha...



Irene Cordeiro Pereira (Professora e Poetisa portuguesa que publica aqui, 1968- )


Biografia Breve pela mão da Autora

Chamo-me Irene Cordeiro Pereira, tenho quarenta anos, sou professora de português e francês, moro em Porto de Mós, no distrito de Leiria. Sempre adorei ler, mas só comecei a escrever poesia aos quarenta! Pensei que não conseguia!


2 comentários:

Maresia disse...

Susana... Agradeço a publicação do meu poema aqui... muito! Para quem há um ano não sabia conseguir escrever poesia, ver-me aqui ao lado de poemas e escritores fabulosos é uma grande honra!
Bom fim-de-semana!
Irene

Narrador disse...

A Irene tem dentro de si tudo o que é necessário para em breve, se avultar como um grande nome da poesia Lusitana.

Destaque merecido.