Sintam-nas...

segunda-feira, outubro 06, 2008

Almada Negreiros - Homem transportando o cadáver de uma mulher



Quis-te tanto que gostei de mim!
Tu eras a que não serás sem mim!
Vivias de eu viver em ti
e mataste a vida que te dei
por não seres como eu te queria.
Eu vivia em ti o que em ti eu via.
E aquela que não será sem mim
tu viste-a como eu
e talvez para ti também
a única mulher que eu vi!



Almada Negreiros (Escritor e poeta português, 1893-1970)
Biografia

2 comentários:

Vasco de Sousa disse...

Gostei imenso de visitar este blog. Apenas gostaria de deixar uma palavra de apreço e de incentivo pelo bom trabalho realizado.
Algumas das palavras, tocaram-me realmente.

Parabéns.
Vasco de Sousa

Susana B. disse...

Obrigada, Vasco.
Volte Sempre.
Um abraço.
Susana.